Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

Fazer corações sorrir

Deixar amor pelo caminho.

Pode mudar o mundo de alguém. Pode ser a parte mais bonita do dia de alguém. Pode abraçar a vida de alguém. Pode fazer sorrir o coração de alguém.

Fazer corações sorrir: não é para isso que cá andamos?

Às vezes, um sorriso tatuado num dia, numa vida, num coração, muda tudo. Sabes? E é por essas vezes (mesmo que seja só às vezes) que ainda vale a pena. Que ainda vale a pena isto: deixar amor pelo caminho. Tatuar o mundo com amor. Todos os dias.

A forma mais bonita.

Aquele abraço demorado. Aquele abraço, de verdade, a abraçar e a aconchegar o coração.

Aquela mão dada. Aquela mão, de verdade, a envolver e a abrigar a vida.

Aquele olhar mais fundo. Aquele olhar, de verdade, a olhar e a tocar a alma.

Aquele sorriso que abraça. Aquele sorriso, de verdade, a sorrir e a resgatar outro sorriso.

Aquele beijo de ternura. Aquele beijo, de verdade, a afagar e a curar tudo o que se é.

Aquele colo seguro. Aquele colo, de verdade, a amparar e a cuidar tanto.

Aquela palavra, e até aquele silêncio, do coração. Aquela palavra, e até aquele silêncio, de verdade, a tatuar e a confortar os sentidos.

Aquela presença sentida. Aquela presença, de verdade, a ficar e a serenar (para) sempre.

Aquele gesto do bem. Aquele gesto, de verdade, a ser e a falar de amor.

Sabes? A forma mais bonita de falar de amor, sem ser preciso falar.

*

O amor. Sempre o amor. O amor, de verdade, a salvar e a mudar tudo.

O que nos salva?

Um abraço que nos abrigue de tudo, que (nos) seja porto seguro.

Uma mão que nos ampare, que nos acompanhe, que nos conforte.

Um sorriso que nos abrace o coração, que nos ilumine a vida.

Um olhar que nos olhe de verdade, que nos olhe a alma.

Um beijo que nos afague, que nos cure.

Um colo que nos cuide, que nos segure.

Uma palavra que nos fale com amor, um silêncio que nos fale de amor.

Um gesto que nos mostre o lado bonito, que nos faça acreditar.

Alguém que nos faça sorrir, que nos inspire a ser do bem.

Alguém que nos queira bem, que (nos) seja amor.

Amor que nos salve.

*

Que nunca nos falte.

Que nunca o deixemos faltar, também.

(Ser) Esperança

Esperança.

Precisamos tanto de a encontrar: a esperança. De a encontrar e de deixar que ela nos envolva e nos conforte.

Não é sempre fácil... encontrá-la. E talvez, exactamente por isso, o verdadeiro sentido de tudo seja nós procurarmos, todos os dias, sê-la. Ser essa esperança. Fazer essa esperança existir, ser verdade.

Um sorriso do coração. Dar a mão como quem segura. Um abraço mais forte. Um olhar mais fundo, um olhar de verdade. Falar (e escutar) com amor. Cuidar com ternura, ser vida que cuida. Um gesto de amor. Ser do bem.

Pode ser a parte mais bonita do dia de alguém. Pode ser luz na vida de alguém. Pode fazer sorrir o coração de alguém. Pode abraçar a alma de alguém. Pode ser tanto. Pode ser tudo. Pode mudar o mundo de alguém.

E talvez seja um pedacinho de esperança a acontecer. Talvez seja um pedacinho de esperança a envolver e a confortar. Um pedacinho de esperança a existir, a ser verdade. Para alguém. E para nós também.

Esperança.

Que a encontremos. Que ela nos envolva bem e nos conforte. Que nunca nos falte. E que a sejamos. Que a façamos existir, ser verdade. Que nunca a deixemos faltar.

Talvez seja esse o verdadeiro sentido de tudo. E o nosso também.

Sejamos Natal. Feliz Natal.

Sobre o que devíamos andar cá a fazer.

Que nunca nos esqueçamos de deixar um abraço de amor pelo caminho. Talvez esse abraço faça sorrir o coração de alguém.

Que nunca nos esqueçamos de estender uma mão de amor pelo caminho. Talvez essa mão abrigue a vida de alguém.

Que nunca nos esqueçamos de deixar um sorriso de amor pelo caminho. Talvez esse sorriso seja a parte mais bonita do dia de alguém.

Que nunca nos esqueçamos de deixar um olhar de amor pelo caminho. Talvez esse olhar abrace a alma de alguém.

Que nunca nos esqueçamos de deixar um gesto de amor pelo caminho. Talvez esse gesto mude o mundo de alguém.

Que nunca nos esqueçamos de ser vida de amor pelo caminho. Talvez essa vida ilumine alguém.

Que nunca nos esqueçamos de deixar amor pelo caminho. Talvez esse amor seja tanto para alguém.

Talvez cure. Talvez salve. Talvez seja tudo.

É isso: talvez esse amor seja tudo. Para alguém. E para nós também.

(E é.)

Coragem

Que encontremos sempre a coragem de abraçar como quem abriga para sempre.

Que encontremos sempre a coragem de dar a mão como quem conforta tanto.

Que encontremos sempre a coragem de olhar como quem vê mais além.

Que encontremos sempre a coragem de sorrir como quem torna os dias mais bonitos.

Que encontremos sempre a coragem de ser colo como quem cura tudo.

Que encontremos sempre a coragem de falar como quem fala de amor.

Que encontremos sempre a coragem de silenciar como quem escuta o amor.

Que encontremos sempre a coragem de amar como quem muda o mundo.

Que encontremos sempre a coragem de ser do bem como quem é de verdade.

Que encontremos sempre a coragem de ser luz como quem faz acreditar.

Que encontremos sempre a coragem de acreditar como quem se salva no amor.

Que encontremos sempre a coragem do amor.

(Como quem sabe que isso é tudo.)

Que encontremos sempre esta coragem.

Como quem sabe que é este o mais verdadeiro significado de coragem:

Que encontremos sempre a coragem como quem age sempre com o coração.

O meu presente.

O melhor (e único) presente da vida: no meio de tudo e no final de tudo, onde o nosso coração repousa, serena, (de)mora. Onde o nosso coração se ilumina, descobre as coisas mais bonitas e encontra tudo o que importa. Onde o nosso coração sorri e (se) abraça. De verdade. Para sempre.

O melhor (e único) presente da vida: o amor, em forma de gente. A nossa. De todos os dias, de toda a vida. Da vida toda.

Acreditar...

Que, um dia, a paz nos serene a alma.

Que, um dia, a luz nos ilumine o caminho.

Que, um dia, o alento nos abrace os dias.

Que, um dia, a força nos inunde a vida.

Que, um dia, um milagre nos salve.

*

Que, um dia, um olhar nos cure por dentro.

Que, um dia, um sorriso nos toque o coração.

Que, um dia, uma mão ampare tudo o que somos.

Que, um dia, um abraço nos abrigue de tudo.

Que, um dia, um gesto de amor seja tudo.

Que, um dia, a gentileza nos mostre o segredo de viver.

Que, um dia, alguém nos inspire a ser do bem.

Que, um dia, nós façamos corações sorrir.

Que, um dia, as pessoas se sejam sempre perto.

Que, um dia, o amor nos mude o mundo.

Que, um dia, esse amor nos faça sentido. E seja sentido.

*

Que, um dia, esse dia seja todos os dias.

(re)lembrar

Pode ser que, de repente, comece a fazer sentido. Parar e demorar. Parar e demorar num abraço mais forte. Parar e demorar num entrelaçar de mãos mais seguro. Parar e demorar num cruzar de olhares mais fundo. Parar e demorar num sorriso mais cúmplice. Parar e demorar num beijo mais longo. Parar e demorar nas pessoas que são nossas, nas pessoas de quem nós somos. Mais uma e outra vez.

Pode ser que, de repente, comece a fazer sentido. Parar e demorar no amor. Pode ser que, de repente, comece a fazer sentido a única coisa que nunca devia ter deixado de fazer sentido. A única coisa que nos faz viver de verdade. Pode ser que, de repente, comece a fazer sentido o amor. E pode ser que, de repente, além de fazer sentido, comece a ser sentido. O amor.

Amor em forma de gente.

Pessoas que nos abraçam e nos deixam (de)morar.

Pessoas que nos abrigam dentro da sua mão dada.

Pessoas que nos sorriem do coração e que nos fazem sorrir o coração.

Pessoas que nos olham nos olhos e nos vêem por dentro.

Pessoas que nos curam com beijos de ternura.

Pessoas que nos são colo sempre seguro.

Pessoas que nos falam com palavras, com gestos e com silêncios.

Pessoas que nos escutam as palavras, os gestos e os silêncios.

Pessoas que, longe ou perto, nos estão sempre perto.

Pessoas que nos abraçam a alma e que nos sentem o coração.

Pessoas que nos querem bem de verdade.

Pessoas que nos tatuam amor no coração.

Pessoas que nos inspiram a ser do bem.

Pessoas que nos fazem acreditar.

Pessoas que nos são tanto. Que nos fazem ser tanto.

Pessoas que nos salvam, mesmo sem saberem. Só por serem, por estarem, por existirem.

*

O lado bonito da vida. O lado bonito de tudo.

O amor em forma de gente.

*

Que as saibamos agradecer sempre.

E ser também.