Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

As coisas mais bonitas.

Vivemos apressados, nesta correria dos dias, da vida, do coração, da alma. Atropelamo-nos uns aos outros (e a nós), quase sem reparar. É isso: quase nem reparamos. Uns nos outros. Em nós. E nas coisas bonitas que nos acontecem todos os dias.

Às vezes, basta um instante. O instante em que nos permitimos parar. Serenar toda a correria. Silenciar todo o ruído, por fora e por dentro. Para respirar, para sentir, para ver com o coração. O instante em que nos permitimos parar e nos deixamos tocar. Por aquele abraço que é casa. Por aquelas mãos que seguram tudo. Por aquele olhar de alma. Por aquele sorriso que arrebata. Por aquele beijo de magia. Por aquelas pessoas que são nossas. Por aquele gesto de amor. Por aquele amor que salva.

E é ali. É naquele instante em que nos permitimos parar e nos deixamos tocar, que descobrimos as coisas mais bonitas. Que descobrimos tudo o que importa. E a verdade é esta: não há correria nenhuma que compense este milagre a acontecer.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Daniela Barreira 03.09.2021

    Oh 
    E tão bom ter alguém como tu, que me lê assim, de verdade. Nas palavras e nas entrelinhas. Com o coração. Que sente o que digo e o que escrevo. Tão bom.
    Obrigada, sempre. És também destas "coisas" bonitas que a vida nos dá todos os dias.
    Um xi 
  • Sem imagem de perfil

    m 04.09.2021

    Escreves com a verdade e és de verdade. Quem não te lê e vê assim, é cego!




    E tu, igual! 


    Um xi 
  • Imagem de perfil

    Daniela Barreira 04.09.2021

    Tão bom 
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.