Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

menina dos abraços

Um abraço: o meu lugar.

menina dos abraços

Um abraço: o meu lugar.

e assim, como não hei-de sorrir todos os dias?

Aqueles olhos muito abertos, gigantes e imensos de amor, olham-me como sempre. Como desde que me lembro. As mãos já estão a segurar-me bem forte e a puxar-me para si, enquanto me dá um beijinho. - Amor tão grande por ti. - Segreda-me ao ouvido, em palavras quase sumidas, com aquela voz imensa de ternura de 87 anos, enquanto continua a segurar-me forte e a puxar-me para si, para que eu o oiça bem. - E tu também por mim. Coração tão bom. Sabes que a gente quando chega a esta idade precisa mais de amor. - Enche-me e abraça-me (tanto) o coração. E isto chega-me, para fazer do meu dia (e do meu coração) um sorriso.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.