Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

O essencial.

Que nunca esqueçamos o essencial. Que ainda saibamos serenar toda a correria. Silenciar todo o ruído, por fora e por dentro. Para respirar, para sentir, para ver com o coração. Para recordar sempre. E para nunca esquecer. O essencial. O que importa de verdade. No meio de tudo e apesar de tudo. Aquilo que fica, no final.

No final, o que fica são aqueles abraços que nos abrigam dos medos.

No final, o que fica são aquelas mãos que nos confortam nos tempos mais duros.

No final, o que fica são aqueles sorrisos que nos sorriem no meio do caos.

No final, o que fica são aqueles olhares da alma no meio do desalento.

No final, o que fica são aquelas ternuras que nos curam as dores.

No final, o que fica são aqueles amparos que nos seguram as fraquezas.

No final, o que fica são aquelas palavras que nos falam com o coração e aqueles silêncios que nos escutam o coração.

No final, o que fica são aqueles risos que nos aliviam o peso do mundo.

No final, o que fica são aqueles gestos que nos salvam dos dias cinzentos, da escuridão, da tempestade.

No final, o que fica são aquelas pessoas-amor. Que estão, que ficam, que se importam. Todos os dias. (Até, às vezes, quando não merecemos).

No final, o que fica é o amor.

No meio de tudo e apesar de tudo.

Para recordar sempre. E para nunca esquecer.

O essencial é o amor.