Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

Alguém que seja abrigo.

Alguém que seja abrigo. Alguém que seja porto seguro. Onde (re)pousar no final de tudo. E no início. E sempre.

Alguém que seja abraço. Alguém que seja aconchego do corpo, da alma, do coração.

Alguém que seja mão (que) segura. Alguém que seja âncora e força. Que acompanhe. Que fique. Sempre. Que não desenlace.

Alguém que seja sorriso. Alguém que seja a parte bonita do dia. Que faça sorrir. Mesmo até sem saber. Só porque toca o coração. Só porque abraça a alma.

Alguém que seja colo. Alguém que seja amparo, refúgio, cuidado. Que não deixe cair. Que serene. Que cure.

Alguém que seja casa. Alguém que seja ninho, lugar para onde voltar. Todos os dias. Conforto. Onde poder (de)morar.

Alguém que seja o lado bonito. Alguém que seja sol nos dias cinzentos, luz na escuridão, paz na tempestade.

Alguém que seja amor. Alguém que seja e que viva com o coração. Que saiba, e que mostre, que (só) o amor salva.

Alguém que seja abrigo. Por tudo e por tanto. Mesmo sem saber. Só por ser, por estar, por existir.

*

Que nunca nos falte.

Que nunca o deixemos faltar, também.

O amor existe.

Há quem me abraça sempre a alma e se deixa ficar. E o amor existe. 

Há quem me dá sempre a mão e se faz sempre perto. E o amor existe. 

Há quem me sorri sempre com o coração. E o amor existe. 

Há quem me olha sempre tão de verdade, como quem olha por dentro. E o amor existe. 

Há quem me beija sempre com a ternura mais confortante. E o amor existe. 

Há quem me abriga sempre em colo seguro. E o amor existe. 

Há quem me faz sempre rir de mais uma forma que eu ainda não conhecia. E o amor existe. 

Há quem me pede sempre para eu ficar mais um bocadinho e mais uma e outra vez. E o amor existe. 

Há quem me sente sempre o coração e me vê da forma mais bonita: de verdade. E o amor existe. 

Há quem me ama sempre e se faz sempre morada. E o amor existe. 

Há quem me faz ser sempre mais lugar de amor. Mais lugar de tudo. De tudo o que importa. E o amor existe.

O amor existe.

Acontece-nos todos os dias. Assim. Nas nossas pessoas. Nos gestos do coração. Nos nadas que são tudo. Por aí. Quase despercebido... Mas tão perto. Tão à vista.

O amor existe. Acontece-nos todos os dias. E salva-nos de todos os dias.

Fazer corações sorrir

Deixar amor pelo caminho.

Pode mudar o mundo de alguém. Pode ser a parte mais bonita do dia de alguém. Pode abraçar a vida de alguém. Pode fazer sorrir o coração de alguém.

Fazer corações sorrir: não é para isso que cá andamos?

Às vezes, um sorriso tatuado num dia, numa vida, num coração, muda tudo. Sabes? E é por essas vezes (mesmo que seja só às vezes) que ainda vale a pena. Que ainda vale a pena isto: deixar amor pelo caminho. Tatuar o mundo com amor. Todos os dias.