Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

menina dos abraços

um abraço: a melhor forma do amor.

Às vezes, um abraço basta.

E, de repente, é ali. É naquele aconchego que tudo é luz. Às vezes, um abraço melhora o dia.

E, de repente, é ali. É naquele lugar que tudo fica bonito. Às vezes, um abraço muda o mundo.

E, de repente, é ali. É naquele conforto que tudo está certo. Às vezes, um abraço resolve tudo.

E, de repente, é ali. É naquele ancorar que tudo faz sentido. Às vezes, um abraço é a melhor resposta.

E, de repente, é ali. É naquele envolver que tudo se diz. Às vezes, um abraço é a linguagem do sentir.

E, de repente, é ali. É naquele enlace que tudo é verdade. Às vezes, um abraço é a essência da alma.

E, de repente, é ali. É naquele ninho que tudo se sente. Às vezes, um abraço é o pulsar do coração.

E, de repente, é ali. É naquele afago que tudo somos. Às vezes, um abraço dá vida.

E, de repente, é ali. É naquele regaço que tudo serena. Às vezes, um abraço cura.

E, de repente, é ali. É naquele abrigo que tudo é milagre. Às vezes, um abraço salva.

E, de repente, é ali. É naquele ficar que tudo se eterniza. Às vezes, um abraço é para sempre.

E, de repente, é ali. É naquela guarida que tudo importa. Às vezes, um abraço é amor.

E, de repente, é ali. É naquele refúgio que tudo é amor. Às vezes, um abraço é tudo.

E, de repente, é ali. É naquele amparo que tudo abraça. Às vezes, um abraço basta.

Tantas vezes.