Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

menina dos abraços

Um abraço. O meu lugar. O (meu) melhor lugar do mundo.

menina dos abraços

Um abraço. O meu lugar. O (meu) melhor lugar do mundo.

a correria e o atropelo dos dias.

a vida, os dias, atropelam-nos. ou nós. nós atropelamo-nos uns aos outros (e a nós mesmos) nesta correria que são os dias, que é a vida. neste viver apressado que nos ensinaram e que nos fizeram acreditar que é assim e que tem de ser. e vamos passando, apressados, pelos dias, quase sempre sem parar. sem reparar. sem sentir, nada mais do que o peso dos dias e dos atropelos. quase, até, sem respirar. sem viver para o que realmente nos faz viver, para o que nos enche as medidas do coração, até transbordar. hoje, eu que também tenho sido atropelada pela correria e pelo sufoco dos dias, parei. já tinha saudades (e precisava) de parar. e a verdade é esta: não há pressa nenhuma no mundo que compense o sossego de um abraço e o milagre de um coração a sorrir.