Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

menina dos abraços

Um abraço. O meu lugar. O (meu) melhor lugar do mundo.

menina dos abraços

Um abraço. O meu lugar. O (meu) melhor lugar do mundo.

um abraço. o meu lugar.

há uns bons anos atrás, quando eu ainda não sabia bem qual era o meu lugar no mundo, houve alguém que num dia, num momento, me disse que eu era a "menina dos abraços". não sei se eu o soube de imediato, não sei se no fundo eu até já o sabia. só sei que hoje, anos depois, não há melhor lugar no mundo, para mim, do que um abraço. não há melhor lugar no mundo onde eu possa pertencer, onde eu possa ser, onde eu possa morar, onde eu possa amar, do que um abraço. um abraço que me abraça inteira. que me abraça o corpo, a alma, o coração. um abraço que me chama, que me quer, que me pede e me convida para ficar. um abraço que se faz minha casa. um abraço que se faz meu abrigo seguro. um abraço que me resgata do mundo inteiro. um abraço que me sossega o coração. um abraço que me aquece quando o mundo é frio (e quando não é, também). um abraço que me salva. um abraço que me cura. tudo, tanto. um abraço que me segura, que me funde em si, que me inunda de si. um abraço que me arrepia os sentidos, que me estremece o coração. um abraço que me aconchega no compasso do coração a bater. um abraço que me cativa o coração para sempre. um abraço que me conta os segredos mais bonitos do mundo. um abraço que não me larga. um abraço que me abraça para sempre. e, para sempre, me abraça tanto. um abraço que é (e me faz ser) tanto. um abraço que é feito de amor. um abraço. o meu lugar. o (meu) melhor lugar do mundo.

 

 

 

 

 

ps: com um abraço começou, com um abraço me despeço.

este espaço está a precisar de ficar por aqui, sem data de validade.

deixo um abraço forte, sem data de validade também.

10 comentários

Comentar post