Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

menina dos abraços

Um abraço. O meu lugar. O (meu) melhor lugar do mundo.

menina dos abraços

Um abraço. O meu lugar. O (meu) melhor lugar do mundo.

ouve bem

Há dias em que cuidas do meu coração, mesmo sem saberes. Há outros dias em que mal sei por onde andas, para onde se volta o teu olhar (tão teu), que outros corações seguras, que outros olhares tocam o teu, quantos são brindados com o teu sorriso perfeito. Depois há os dias em que voltas, para cuidar mais um bocadinho do meu coração. Este aqui. Sentes? Sim, sentes. Não sei como fazes, mas a maneira como me sentes é tão... tão, sabes? Podem vir os dias em que mal sei de ti, podem vir os dias em que decido que vou embora. Mas quando voltas (e voltas sempre, porquê?), quando estás e quando somos, quando olhas à tua volta, no meio da tua música perfeita, e colas os teus olhos a mim e me prendes naquele momento imortal, os meus olhos nos teus, os teus olhos nos meus... não há nada. Nada por dizer. Entras em mim e sabes-me. Sentes-me. Os meus olhos nos teus, os teus olhos nos meus. Sentes-me. E a maneira como tudo isto acontece é tão mais e maior do que uma simples emoção. Sentes o orgulho que tenho no que fazes, sentes onde estou, porque estou, como estou, sem falares comigo, sem estares sequer ao meu lado. Quando me olhas, quando me sentes, quando te vivo, quando… tudo e nada. Não pode ser apenas porque sim. Sim, gosto de ti e sei que, à tua maneira, também gostas de mim. Por isso hoje, agora, aqui, olha-me dessa forma que (só) tu sabes. Mostra-me o teu sorriso perfeito mais uma vez. Dá-me a mão para me chegares mais junto de ti e abraça-me bem. Aconchega-me no teu abraço fechado. E agora, comigo em ti, a ouvir o teu coração bater, diz-me outra vez que vais ficar sempre perto de mim. Toda a vida. Sempre. E isso chega-me hoje. Vou voltar a dizer-te, ouve bem: os teus olhos são os mais mais que eu já conheci e que, de certeza, irei conhecer. Não sei como fazes. Mas fazes. Os meus olhos nos teus, os teus olhos nos meus. Um abraço fechado. E isso chega-me hoje.

3 comentários

Comentar post